A dor é relativa

Meus caros, hoje o assunto é ética. Se para você ética lhe remete somente a frase: Mas que abisurdu! Como é que um médico esquece uma tesoura dentro de um paciente?! Você tem duas opções agora: tome a pílula azul e volte a ouvir Lady Gaga e acessar os trocentos blog about BBB people, ou então prepare-se para o que virá após a pílula vermelha.

Conte-me: o que é certo e o que é errado para você? Estes conceitos seus diferem dos da sociedade? Com certeza há uma série de coisas que ficariam fora da intersecção entre o que eu acho errado e o que a sociedade acha errado. Em uma discussão na sala, a respeito de moral e ética, minha querida professora hipponga-usuária-de-allstar pergunta: o que é imoralidade o que é antiético? Miss-certinha (eu, óbvio) responde: Uma prostituta por exemplo, é uma pessoa imoral. Sim, claro que é. É aquela pessoinha que faz coisas inescrupulosas com seu corpo para sobreviver. Se gosta disso ou não, creio que deve variar de profissional para profissional. Mas, todavia, entretanto, ela rebate: ela é imoral, mas não é antiética.

Peraí, para tudo! Então whatahell is ÉTICA? É crianças, ética não é só a respeito de médicos deixando coisas dentro dos pacientes ou cozinheiros urinando em panelas de feijão. Ética é tudo aquilo que a sociedade aceita, quer calada, quer gritando a plenos pulmões.

OMG, então tudo o que eu sei está errado? Não não, champz, simplesmente a ética é o ponto comum que todo ser humano tem e desta forma permite que a estrutura mais que ridícula da sociedade se sustente. Não é o certo e o errado, não é o permitido e o proibido. Mas sim o tolerado e o intolerado.

Uma garota que sofreu abusos, teve uma vida difícil, e sem muita instrução opta pela vida de prostituição é uma cena triste, porém aceita. Agora uma pessoa que abusa sexualmente de crianças, e é descoberto, é um escândalo, um câncer na sociedade, um tumor que será removido independente do preço que a sociedade pague por ele. Então calma aí dona Jess, você está condenando quem não aprova pedofilia?? Nope. Estou dizendo que: uma pessoa usar seu corpo para sobreviver, trazendo doenças para dentro das famílias, separações, brigas, assassinatos, início precoce à vida sexual de adolescentes é aceita. O que essas pessoas passam é aceito, tanto por elas, quanto por mim, você e qualquer mãe e pai de família. Aí você grita: Isso é um absurdo! Eu nunca concordei com isso!! Absurdo coisa nenhuma, o que você fez para mudar? Nada? Ah tá, então senta e escuta.

A dor da vida de prostituição não dói em ninguém. Mas a dor do trauma infantil em sofrer abuso sexual dói na sociedade inteira, falta só as pessoas queimarem vivos os responsáveis por este tipo de crime.

Conclusão: a dor é relativa. Não dói em você o mendigo na rua, o pobre que morre na fila à espera de um atendimento hospitalar, os viciados em drogas, os subnutridos da África. Não dói, eu repito, não dói. Você não mataria ninguém para buscar pelos direitos dessas pessoas, até porque, até agora você não o fez.

A dor é relativa, depende de quem passa por ela para que você a sinta ou não.

E a sociedade não é rígida, nem mole, não é certa, nem errada. A ética não passa de um conjunto de sentimentos egoístas necessários para nos manter vivos, e no que o ser humano tem mais em comum entre si é o que forma o seu conceito. Fazer o mal nem sempre é mau, depende de com quem é, quando é e pra quem é. Como tudo nesta vida, pode-se afirmar que a ética não tem nada de justa.

Post dedicado ao nerd das corujinhas, ops, Eduardo.

Anúncios

4 comentários sobre “A dor é relativa

  1. Excelente post, Ética e Moral sempre é um tema complexo, e em muitos aspectos cheio de subjetivos!

    Disse uma fez um professor de Filosofia que eu tive: “Jesus foi o homem mais imoral de toda a história” no entanto é fato que foi o mais correto de todos também!

    Valeu pela reflexão!

  2. “mas o que é criar desordem? quem é que diz o que é ou não” Tiãs – Desordem

    acho que não tenho muito mais o que comentar, mas só agradecer pela dedicatória 🙂 principalmente porque é exatamente essa a idéia que eu tenho também.

Deixe o seu comentário ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s