Sim, isso é SPAM!

Creio que 140 caracteres tem sido pouco para poder expressar a indignação de diversos usuários ao se depararem com alguns convites em sua timeline: conheça minha banda! Siga o meu blog! Te segui, me siga de volta?
Mais uma vez o Dicionário VeryJess de português vem atualizá-los e esclarecê-los a respeito de qualquer dúvida. 

Afinal Jess, o que é spam?

Spam é toda e qualquer propaganda indesejada em local onde não foi solicitada. Aquele e-mail de alguma estranha lhe ensinando a perder 8 kilos em 5 dias é um spam e todo mundo sabe. O que talvez as pessoas não saibam é o seguinte: ir conversar com pessoas que você NÃO segue, para tentar promover algo que NÃO foi solicitado por essas pessoas É SPAM SIM!
Existe um protocolo social que, na minha humilde opinião, é óbvio, porém, parece não ser tão óbvio assim. Se você lembra de uma pessoa e lhe passa um link, você é legal. Se você mendiga ouvintes para o seu MySpace, leitores para o seu blog, seguidores para o seu twitter, etc, você é um spammer. 

Tio, vc tem um RT pra me dar?

E quem é o spammer, Jess? É o filho da mãe que faz o spam. É por causa desse sujeito que você tem que filtrar seus e-mails de links e ícones maliciosos e de informações inúteis. E é esse tipo de sujeito que foi para o Twitter com o fim de: ah, todo mundo é popular aqui, eu quero ser também! (e não estamos falando de bots scriptados, ok? Não confunda as coisas, bots não conversam com você).

Spammers do Twitter tem sentimentos! Sim, é isso mesmo que você ouviu. A pessoa importuna cerca de 500 estranhos por dia com sua propaganda chata e ainda tem sentimentos. Esses dias, uma pessoa que eu não pretendo identificar ou deixar print aqui, me pediu para seguir o blog dela. Eu disse que não gostava de spam, e ela respondeu que as palavras podem magoar as pessoas e que esse tipo de comentário infeliz poderia custar o meu twitter! Isso mesmo gente, eu achei o Don Corleone no Twitter e se eu insistisse em lhe mostrar o quão inconveniente é sua atitude, eu poderia acordar com a cabeça do meu hamster debaixo dos meus cobertores!

Follow back ou eu atiro!

Algumas pessoas terão inteligência para entender que ser mendigo de atenção no Twitter é tão chato quanto o carinha que bate na sua porta para vender coisas e não sossega enquanto você não levar algo. Outras pessoas ficarão ofendidas, afinal, elas são mesmo esse carinha, e nestes casos, pelo menos no Twitter, você tem aquele lindo botão de “block and report for spam”. Vamos usá-lo com sabedoria galerinha, o poder é de vocês!

VAI TWITTER!
Anúncios

6 comentários sobre “Sim, isso é SPAM!

  1. Não sei se é pq eu já trabalhei com marketing mas nesse caso tenho uma visão levemente diferente de vc. No momento eu não estou trabalhando com marketing e por isso uso as redes sociais apenas para em comunicar com meus amigos, contato, obter informações e isso raramente é uma spam (exceto quando posto alguma coisa no blog e informo meus contatos. Sobre tudo no facebook e no twitter mas isso é uma vez por semana +/-… isso vc tb faz, Jess, e é até uma ferramenta do blog)

    Quando eu trabalhava com marketing eu precisava fazer propaganda. Fazia parte das minhas funções e (em essência) não é muito diferente do Carrefour me informando o preço do arroz no meio dos Simpsons: É uma propaganda indesejada em um lugar que eu não solicitei.

    Acho que ninguém gosta disso… qualquer coisa que atrapalhe a sua paz e boa ordem seja uma propaganda ou um semáforo. O caso de um spam, diferente de uma emissora aberta, é que eles não deveriam ta ali pois não patrocinam esse meio de comunicação.. se passam a patrocinar eles deixam de ser spam e passam a ser anunciantes e parceiros.

    Pessoalmente eu não me incomodo propagandas desde que não sejam em excesso e não contenham vírus. Eu não gosto de fazer propaganda (por isso nao fiquei no marketing) mas não me incomodo em ler ou verificar alguma coisa anunciada.

  2. Realmente estas coisas são um porre! E de uns tempos para cá tenho visto muita gente enfiando endereço de blog, twitter, facebook e o diabo em comentários em tudo que é lugar. E é uma tristeza ficar vendo isso. Você vai postar um comentário em certos lugares e vai lendo: leia meu blog, campanha disso, vote naquilo, ajude fulano…

    Eu tenho desenvolvido técnicas razoáveis para lidar com isso, por exemplo:

    1 – Disparam meu interfone e começam com a pregação ou a tentativa de vender algo. De maneira calma e educada eu digo: – caríssimo, aqui somos todos do diabo, partidários do demônio, gentileza tentar outra residência.

    2 – Como dito acima, abusar dos “block and report for spam” Nos e-mails e tudo o mais que for possível.

Deixe o seu comentário ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s