Nova garota no Girls Rules!

É isso mesmo galera, se você já gostava do Girls Rules, tenho uma novidade para vocês:

Tem uma guria que sempre agita aqui nos posts e que tem opinião de sobra, o nome dela é Ana Spoladore, ela tem 25 anos, está formando em direito na UFMT e mora em Cuiabá. 

Saibam um pouco mais sobre ela:

A Ana escreve em seu blog pessoal, o Creme do Creme e é viciadinha em tumblr, dê uma olhada no dela.

O que espera de sua participação no VJ: A oportunidade de expressar minha humilde opinião para mais pessoas e, por meio disso, conhecer a opinião dos outros bem como os donos delas.

Uma frase marcante: “É triste ter de admiti-lo, mas não se pode duvidar de que o gênio dura muito mais que a Beleza. Isso explica por que nos empenhamos tanto em instruir-nos. Temos necessidade, na dura luta pela vida, de algo que perdure, e enchemos o nosso entendimento de futilidades de toda espécie, na vã esperança de manter o nosso prestígio.” Oscar Wilde em O Retrato de Dorian Gray.
Cor favorita: Verde (porém ainda estou na vibe azul-marinho).
E falando um pouco dela, é uma guria que entende de filmes, gosta de ler, tem uma opinião sobre relacionamentos que é bem bacana, e embora eu já a tenha visto pessoalmente algumas vezes, até hoje não nos conhecemos. Ela sabe falar sobre beleza e entende de maquiagem, mas nem de longe é fútil ou tem a cabeça vazia. Esperem então por ouvir coisas interessantes…
No Twitter e no G+ ela é uma fanfarrona. E para quem interessou, a @ da menina é @anaspol.
Vamos desejar boas vindas a esta linda ^^ 
Anúncios

12 comentários sobre “Nova garota no Girls Rules!

  1. Dani com inveja.

    Oficial, os ADEVOGADOS se chamam de doutor porque, enfim… eles ~querem~

    Eu chamo pelo nome, mesmo. Mas sou chamada de doutora desde o 2° ano.

    Jess, só faltou dizer que eu apronto mil e uma confusões! Hahahaha

  2. Sabe, Ana, eu entendo que exista um erro cultural oriundo dos antigos “Coronéis” que foram grandes detentores de terras e que “instituíram” por pura vaidade social a aplicação do termo “Doutor” a aquelas pessoas que, noutros tempos, tinham algum diploma.

    Entendo também que a massa populacional propague este erro conceitual e promova uma promiscuidade do título de “Doutro” dando-o a qualquer indivíduo que use um termo.

    O que eu não quero entender é como uma categoria de pessoas supostamente instruídas que cursou Bacharelado e portanto possui este título, pode gostar tanto de prostituir o título de “Doutorado”. Evidente que falo de um conjunto marcado por uma maioria e não por indivíduos conscientes que são casos isolados.

    O Brasil é um país no qual qualquer pessoa é doutor! Vestiu um terno é doutor, virou policial é doutor, fez bacharelado em direito virou doutor. As pessoas vivem falando em melhoria socio-cultural, em melhorar o Brasil, e “não desistir” para fazer do Brasil um lugar melhor. Eu realmente não me preocupo com isso, mas é inevitável questionar: como estes jovens, e estes indivíduos querem construir um país melhor se eles não conseguem nem mesmo corrigir a nomenclatura de um título? É bizarro!

  3. Acho que você deveria ser a mudança que quer ver no mundo. Conheceu um advogado que não tem doutorado? Chame de senhor, chame pelo nome dele. É o que eu faço e você deveria fazer o mesmo.

    Eu não vou falar pra eles: “cara, você não é doutor”. Eles sabem disso. Existem várias razões por que alguém SEM doutorado queira ser chamado de doutor. E eu não saberia te dizer quais são essas razões.

    Portanto, esquente menos com isso e trate os outros de maneira respeitosa, pelo título que lhes é devido. É doutor? Chame de doutor. É advogado? Chame de senhor ou sei lá como você falaria.

    Se a pessoa faz questão que você a chame de doutor, chame, oras. Isso é o de menos. Você não vai perder nada dando à outra pessoa essa satisfação de ser reconhecida como doutora.

    Agora, quanto ao seu questionamento final:
    “como estes jovens, e estes indivíduos querem construir um país melhor se eles não conseguem nem mesmo corrigir a nomenclatura de um título?”

    Sério, mesmo??

  4. É sim, Ana, é sério… Há todo um leque de coisas implícitas neste monte de bobagens que eu falei dentro da especulação da vaidade do título de “Doutor”.

    Por exemplo, é tudo isso que se liga à raiz de um problema mais complexo e que impede mudanças significativas na evolução da sociedade. Note, Ana, que a sociedade humana não evoluiu desde que saiu das cavernas, ela apenas progrediu, é bem diferente.

    Pois bem, são estes “erros conceituais estruturais” das sociedades humanas, como “relevar” e sustentar um “erro” por ele não ser realmente “importante” ou por querer agradar alguém, ou fazer vista grossa, numa mostra teatralizada de humildade que faz com que os indivíduos sociais não conheçam o sistema no qual vivem, e queiram sempre um sistema melhor.

    E entra um gancho muito simples que pode ser percebido quando vemos, por exemplo, o povo idolatrando ou repudiando o presidente de uma nação. O povo que faz isso e que vota,não tendo conhecimento real do que é uma condição política, desconhece o que efetivamente move um país e deposita o “ódio” ou o “amor” na figura do presidente. E sim, o que propicia isso é lá, aquele início bobo, de alguém não se importando com um título mal utilizado. Apesar de parecer muito distante e tal.

    Mas evidentemente esta é minha opinião, e é a opinião de alguém que realmente não se importa tanto assim com mudar o mundo. O caso, todo, é que a estrutura deste assunto está relacionado ao que você apresenta de si e aceita para si (claro, para os que querem mudar o mundo) e não tão relacionado com o que fará ao outro.

  5. Sei lá porque diabos essa doce menina passou a me seguir no GReader, mas aí percebo que ela tá mancomunada não apenas com o Álvaro, bem como a MuitaJess. Não há esperança para o mundo! Seja bem vinda. ;]

  6. Bem, posso mesmo ter me expressado mal, Ana. Mas também pode ser o caso de simplesmente não se poder entender. Enfim, não importa. Ao menos a meu ver já que a “graça” sempre está no diálogo em si. E não nas supostas definições dele.

    E sim, de fato é um grande espaço, este blog! E a Jess me atura de uma maneira extraordinária :c)

Deixe o seu comentário ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s