3 ótimos filmes com…

Jodie Foster!

Nossa querida e eterna Agente Starling completou 49 anos este ano. É uma das atrizes que consegue aliar duas coisas: beleza e talento. É muito fácil ser um rostinho bonitinho em Hollywood, mas ser boa o suficiente para a qualidade de filmes que a Foster já encarou, não é para qualquer uma. Além de ser das poucas atrizes que alcançaram a mais alta premiação do cinema, nada menos do que 2 Oscars, antes dos 30 anos, Jodie é formada pela Yale, produz filmes desde 1994 e tem a atuação marcada por sua voz característica (que eu sei imitar ho hoho).

1. Nell – 1994

Talvez o papel mais intenso que Foster tenha feito, neste filme ela interpreta a jovem Nell, que é encontrada por um médico (Liam Neeson) em uma casa no meio da floresta, após a morte da sua mãe. A garota aparentemente não fala inglês, mas uma língua toda peculiar, e tem um comportamento diferente. Sabe várias coisas a respeito da vida, tem uma pureza única, um coração doce e aos poucos seu comportamento desvenda os motivos pelos quais ela e sua mãe viviam escondidas na floresta. É uma mistura de Amala e Kamala com Tarzan e Jane de um jeito que pode comover o espectador.

2. Panic Room (Quarto do Pânico) – 2002

 
Uma mãe acaba de se mudar com a filha para uma nova casa e então três bandidos a ocupam, elas fogem e se refugiam em um quarto secreto, feito para situações de emergência. O maior problema é que sua filha (a faceless da Kristen Stewart) tem diabetes, portanto não pode ficar sem a devida medicação por muito tempo. Filmes com um único cenário tendem a ser um tédio, mas você consegue se desesperar com a mãe tentando pegar a seringa de insulina, com a falta de comunicação com a polícia e de como o filme tem ação e não te deixa dormir. Foster fica bem de mãe, mas creio que só quando o instinto materno a faz lutar por tudo e por todos, pois ser aquela mãe que fica em casa limpando, cozinhando e esperando o maridão e as crianças chegarem não é o seu estilo.
3. Flightplan (Plano de vôo) – 2005 

Neste filme, Foster interpreta uma mulher que ficou viúva e precisa viajar por este motivo. Ela e sua filha pequena pegam um vôo, a viagem está tranquila e então ela adormece. Quando acorda, sua filha despareceu. É começada uma busca pelo avião, porém quando é conferida a lista de passageiros, o nome da criança não consta e não há provas de que ela de fato exista. Como perdeu o marido recentemente, um policial ao seu lado começa a sugerir que a criança nunca esteve lá e que ela está passando por algum tipo de trauma psicológico. Os tripulantes passam a não acreditar mais em Foster e se a criança existi mesmo ou se está havendo uma conspiração, é algo que só assistindo você saberá. Um detalhe legal do filme: Peter Sarsgaard é o bad boy, existe algum filme que ele não interprete o malvadão?
Espero que tenham gostado da listinha, e se por acaso alguém já assistiu Nell, comente sobre o filme pra gente 😉
Anúncios

She is bad

Agora vamos falar das garotas más? Não sei vocês, mas eu sempre gosto mais do vilão, eles são sempre melhores psicologicamente, no mínimo. Chega de papo e vamos conferir a maldade que está no VJ hoje.

                                                         Bellatrix Lestrange


– Helena Boham Carter 
– Saga Harry Potter
– Comensal da morte, aliada de Voldermort
– Bruxa sangue puro
– Cruciatus, magia em geral
– “Você tem que querer, Potter!” Disse quando Harry tenta a maldição cruciatus e apenas consegue derrubá-la.


Mystique



– Rebecca Romjin/Jennifer Lawrence 
– X-men, Marvel
– Irmandade de mutantes, aliada ao poderoso Magneto
– Mutante, transmutação
– Dissimulação, manipulação
– “Quando eu sair daqui, vou matar você”

T-X


– Kristanna Loken as T-X 
– Exterminador do futuro
– Skynet
– Androide 
– Canhão de plasma, lança chamas, entre outras
– “John Connor was here, where is he?”

Catwoman



– Michelle Pfeiffer/Halle Berry/Anne Hathaway
– Batman, Mulher-Gato, DC Comics
– Renegados, Aves de Rapina, Liga da Injustiça
– Humana, ladra profissional
– Atleta, exímia lutadora, chicote e unhas afiadas
– “MIAU “

O- Ren Ishii


– Lucy Liu
– Kill Bill
– Deadly Viper Assassination Squad, Chefe do crime organizado de Tóquio
– Humana, assassina
– Habilidades em artes marciais, técnica com espadas, 
– “Se você não pode lugar como samurai, pode ao menos morrer como samurai”

Fênix Negra




– Famke Janssen
– X-men, Marvel
– Mutante telepata
– Pirocinese, adaptação pulmonar, sensibilidade cósmica, alquimia
– “Eu sou o fogo e a vida encarnados, agora e sempre eu sou a Fênix”


Gostaram?
Deixem nos comentários sugestões para nossa próxima listinha de bad girls

3 ótimos filmes com…

Keanu Reeves!


Neste momento você vai dizer que todos os 500 papéis dele foram idênticos e faceless: aquele cara frio, sério e que é o máximo em tudo o que faz. Bom, nem sempre foi assim, nem sempre John Constantine, Neo e Jack Traven foram os papeis encarnados pelo moço. Tem muito mais, e essa listinha pode surpreender você (e olha que eu nem vou falar do Sad Keanu hein?). Já peço aos garotos que lêem este blog para não desanimarem com a listinha começando com um romance, pois ela NÃO irá terminar com A Casa do Lago ou Alguém tem que ceder, ok? O difícil será encontrar dvd destes filmes, já que os assisti todos em VHS (hipster Jess is hipster).


1. A Walk in the Clouds (Caminhando nas nuvens) – 1995


Não é necessário ter passado por guerras para saber que estas mudam completamente a vida de uma pessoa. Não foi diferente para Paul Sutton, que ao retornar para casa da Segunda Guerra Mundial, percebeu que já não era mais a mesma pessoa, muito menos estava disposto a amar a pessoa a quem outrora havia escolhido (mesmo que tivesse sido uma escolha por impulso). Sua nova profissão, vendedor ambulante, o levou próximo a Las Nubes, onde encontrou uma bela moça que estava com medo de voltar para casa por estar grávida. Então ele se dispôs a passar-se por marido da moça diante de sua família, por apenas alguns dias, e como este é um romance, adivinhem só o que acontece…
É um filme fofo, um cenário encantador, você fica embriagado apenas de assisti-lo, vale a pena 😉

2. Chain Reaction (Reação em Cadeia) – 1996

Sim, a linda da Rachel Weisz está neste filme!
Aqui, Reeves interpreta o jovem pesquisador Eddie Kasalivich, que está participando de uma pesquisa pioneira que descobre uma fonte alternativa e geradora de energia. Tal pesquisa revolucionária tinha a pretensão de salvar o planeta com o fim eminente do petróleo, no entanto, quando Kasalivich chega em seu laboratório, ele descobre que seu professor foi morto e encontra uma bomba. Foge e como ninguém quer vê-lo vivo, começa uma fuga pela vida, e ele está correndo de ninguém nada menos que Morgan Freeman, interpretando Paul Shannon, o maior interessado em enriquecer com este projeto. Parece que o forte desta época eram filmes de conspirações poderosas (estou errada?), ainda esta temática é forte hoje, mas com a tecnologia da época, as coisas possuem uma ótica interessante. É um ótimo filme.

3. The Watcher (O Observador) – 2000


Aqui, ele faz David Allen Griffin, um “simpático” serial killer que faz um joguinho sagaz com a polícia: manda uma foto da sua próxima vítima, e dá um prazo para a polícia salvá-la. Os esforços são vãos, pois ele só ataca moças muito solitárias e pouco conhecidas. O jogo psicológico mexe com o espectador também, pois você não acompanha a história na visão de Griffin nem torce por ele (como no Dexter, por exemplo), mas você está ao lado de Campbell (o brilhante James Spader), o policial que tem problemas de saúde, psicológicos e como se não fosse pouco, ainda é o brinquedo favorito do serial killer. Garanto-lhes um final de pura adrenalina. Não se fazem mais filmes de serial killer como este! E tenho dito.

E para você que, como eu, acha ele o carinha mais faceless de Hollywood, perdendo somente para Kristen Stewart, olhe só este sorrisão: 

Happy Keanu is happy!
Fonte.
Algo a acrescentar nestas listas? Algum filme que deveria ter sido lembrado? Agora é com vocês!

Estreias de julho

Não, esse post não morreu, estava adormecido. Mas vamos ao que interessa.

15/07/11
– Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2: It all ends here ): Ultimo filme da saga Harry Potter, ultima batalha entre o bem e o mal.
22/07/11
– Larry Crowne – O Amor Está de Volta: “Mas Tácia, você não gosta de romances.” “Mas amigo leitor é com o Tom Hanks e Julia Roberts, merece nosso respeito.” Tom Hanks é Larry, um amável vendedor que se apaixona pela professora Mercedes (Roberts).
29/07/11
– Capitão América – O Primeiro Vingador: O nosso lindo e maravilho Capitão América entra em cena, TEM que ser bom.

Dois dos três eu vou assistir. E vocês?

Vamos ao cinema em Maio?

Agora eu estou flertando com vocês, quero todos assistindo pelo menos um filme dessa listinha que fiz com todo amor e carinho.

13/05/11
– Os agentes do destino: Quem controla o destinho? É o que Matt Damon e Emily Blunt tentarão descobrir.
– Padre: Num mundo de humanos e vampiros, um padre quebra seu juramento para achar sua sobrinha sequestrada por vampiros assassinos que não brilham
20/05/11
– Piratas do Caribe 4: Navegando em Águas Misteriosas: Esse nem precisa de descrição, será que Johnny Depp vai conseguir se superar com o capitão Sparrow?
27/05/11
Hanna: Essa garotinha foi criada pelo pai pra ser uma assassina fria. Dica da @anaspol. Esse filme promete.

Esses são os “bons” pra esse mês, mas pra quem curte comédia tem Se beber não case 2, quer drama? Um novo despertar.
Faltou algum? Já viu esses? COMENTEM, vai ter bolo!




Vamos ao cinema?

Eu não estou te flertando  leitor, é um convite para todos nós prestigiarmos a sétima arte esse ano. Tenho que admitir que os nerds tem um gosto variado, alguns preferem histórias de fantasia, super-herói, ficção científica, surreal, animações, história em quadrinhos e muitos outros, outros (eu) preferem todos esses tipos.
Chega de enrolação, vamos ver o que nós temos pra esse ano. Confiram o trailer de cada um xD
Super-heróis: Temos, ThorCapitão AméricaLanterna VerdeX-Men: First Class, vou colocar o Conan o bárbaro nessa categoria, mas não fiquem bravos. Esse ano a Marvel está bem animada, bom pra gente.
Fantasia: Harry Potter and the Deathly Hallows: Part 2Piratas do Caribe 4Your Highness, será que Sucker punch entra na categoria? Talvez, e em muitas outras.
Ficção: Super 8Cowboys & aliensPaulPadreSource code. Steven Spielberg com J.J Abrams? Aliens? Voltar no tempo? Ninguém gosta.
Animação: SmurfsRioHopArthur Christmas, Rango temos ainda As aventuras de TinTin.
Bom, esses são alguns filmes de 2011, aqui você encontra 55 títulos com os mesmos temas, e aqui tem os filmes que vão estrear em cada mês, até 2013.
Eu quero ver todos esses e alguns mais, e vocês? Faltou algum filme muito importante na lista? Deixe sua opinião nos comentários, e bora pro cinema! 

3 ótimos filmes com…

Ewan McGregor

Estamos todos aqui reunidos nessa linda página da interwebs para que vocês conheçam melhor esse lindo rapaz de 40 anos que usa saia xadrez e sofre um certo preconceito (não por usar saia), ai vocês me perguntam: “Como assim preconceito mestre dos mestres? Ele é loiro, olhos azuis, sorriso perfect, preconceito dá onde?” E eu respondo meus lindos aprendizes, exatamente por isso. Confesso que no começo eu o achava um Fabio Assunção escocês, mas ele fez ótimos filmes e mudou completamente minha opinião.

1. Big Fish (Peixe grande e suas histórias maravilhosas) – 2003

Com direção do maravilhoso Tim Burton, esse filme conta a história de Ed Bloom, personagem de Ewan quando jovem. Ed está morrendo de câncer, seu filho Will volta para casa passar os últimos dias ao lado de seu pai. A relação dos dois é um pouco delicada, pois Will não acredita nas histórias que o pai conta que mistura fantasia e realidade o tempo todo. É quase um conto de fadas, com certeza merece ser visto por várias cenas mágicas. Atentos para a trilha sonora de Danny Elfman eterno parceiro de Burton.

2. The ghost writer ( O escritor fantasma) – 2010

Ewan é o sarcástico e irônico escritor fantasma contratado para terminar a autobiografia do primeiro ministro inglês, já que o escritor anterior morreu misteriosamente. The ghost como ele é chamado o filme todo, é levado para uma trama de suspense e traição envolvendo todos no filme. É polêmico por além de fazer referência a Tony Blair, o seu diretor Roman Polanski realizou todo o trabalho na prisão e em sua casa, em prisão domiciliar. É daqueles filmes que você sabe como será o final, mas mesmo assim fica apreensivo e tenso no seu decorrer.

3. Trainspotting (Sem limites) – 1996

Se você não tem estômago para filmes sobre drogas, violência, capitalismo, burguesia e afins, não assista esse excelente filme de Danny Boyle que retrata perfeitamente o mundo Junkie sem falso moralismo. Ewan está em minha opinião em seu melhor papel, o desagradável e viciado em heroína Rent Boy. Há um humor irônico e cortante, seu personagem juntamente com seus quatro amigos, fazem tudo para sustentar o vício na heroína. Cenas chocantes, fortes e perturbadoras levando você a pensar como um dependente químico. Você não será o mesmo depois de ver esse filme, não em relação às drogas.

3 ótimos filmes com…

Renée Zellweger!
 
Com 41 anos, ela é uma das atrizes mais versáteis de Hollywood. Consegue se sair bem em papéis cômicos e também em drama. Para atuar no famoso Diário de Bridget Jones, a atriz fez uma dieta especial para engordar e poder representar o romance da gordinha solteirona. Desde então, Reneé tem surpreeendido por suas múltiplas faces, já tendo sido premiada com o Oscar de Melhor Atriz Coajduvante e 3 Globos de Ouro.

1. Cold Montain (Cold Mountain) – 2003

Como todo filme de guerra, este é um filme bastante intenso. Renée interpreta Ruby, uma camponesa chamada para ajudar Ada Monroe (Nicole Kidman) a cuidar da fazenda que herdou. Enquanto o filme mostra as tristezas da guerra civil americana, bem como o romance que precisa  sobreviver às adversidades da guerra, distância e da falta de internet, pois afinal, se Ada pudesse tuitar ou contratar Tim Infinity, duvido que ela ficaria tão chorosa e melancólica o filme todo, como ficou. Bom, voltemos à Ruby! A personagem é tudo o que uma mulher deve ser: constituída de senso prático, sabe administrar a fazenda e lidar com as dificuldades do dia a dia, como os problemas com os homens da Guarda Nacional local. Para quem achou pouca coisa, esta personagem rendeu a Renée Zellweger o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante.
(Aproveita galera, pois não terá 3 ótimos filmes com Nicole Kidman, pois ela está em filmes ótimos, mas não exatamente por mérito próprio).

2. New in Town (Recém-chegada) – 2009

Neste filme, Renée vive a história de Lucy Hill, uma executiva daquelas workaholic de Miami. Alegre com uma proposta para desenvolver um trabalho e conseguir uma promoção, ela encara o desafio de ir à Minnesota reestruturar uma fábrica. Todavia Minnesota nem parece ser parte dos Estados Unidos, neva sempre, e as pessoas que, mais parecem pertencerem todas a uma mesma família, não gostam nada da patricinha mandona chegar querendo mudar tudo. Neste filme vê-se um pouco mais do lado cômico de Zellweger, desajeitada com suas roupas impróprias e cometendo todas as gafes possíveis com o bonitão da cidade, você ri como se estivesse assistindo Bridget Jones, porém ao contrário do loserismo dominante, o filme trata-se de adaptação e maturidade à mudanças. É legal ver a personagem se dando mal e ver o quanto às vezes nos sentimos superiores à outras pessoas, apenas por elas possuirem um estilo de vida diferente do nosso.

3. Me and Only (Tudo por você) – 2009

Anne Deveraux (Zellweger) farta de aguentar a vida cheia de amantes de seu marido (Kevin Bacon), decide sair de casa com seus 2 filhos e partir para uma vida melhor. Porém, o que esperar de uma mulher que nunca trabalhou e só cuidava dos filhos, na década de 50? Não, ela não iria se tornar revendedora Avon ou então comprar um kit do Disk-Biju, a alternativa única era encontrar um marido. Como Deveraux sempre foi uma linda mulher, fãs não lhe faltaram para concorrer ao posto. Tudo expõe a pobre condição feminina na época, sem esperanças, podendo contar apenas com o rosto bonitinho e o corpo com tudo em cima para ter o que comer (uma prostituição sutil?). Para as teenagers de plantão, Logan Lermn interpreta um dos filhos de Zellweger, e para quem não sabe, ele é uma espécie de Zac Efron. E para os nerds felizes: Molly C. Quinn também está neste filme. Quem é ela? Uma daquelas ruivinhas lindas que costumam dar o ar da graça no  Fuck Yeah Red Hair. De qualquer maneira, é um filme imperdível.

3 ótimos filmes com…

Adrien Brody!

Finalmente o mais belo par de olhos claros da América (IMHO) apareceu para dar o ar da graça neste blog. Vou parar de gracinhas (para não expulsar os leitores homens deste blog) e vamos falar dos talentos de Adrien. Ao que tudo indica, ele sempre teve tudo a ver com as câmeras, mas seu reconhecimento veio somente em 2002, quando ganhou o Oscar de melhor ator no aclamado filme de Roman Polanski, O Pianista. Como qualquer grande ator, ele sofre as mudanças necessárias para realizar a melhor execução possível do personagem. Em O Pianista, por exemplo, ele perdeu 15 kilos para interpretar Wladyslaw Szpilman. Mas como sempre, eu não vou falar de filmes que todo mundo já viu, pois bem, eis a lista de 3 ótimos filmes com Adrien Brody:
1. Oxygen (24 horas para morrer) – 1999 
Para os chegados em um bom suspense, este filme conta a história de um psicopata chamado Harry (Brody). Para começar, ele sequestra uma mulher qualquer e a coloca em uma caixa de madeira. Nesta caixa ela terá somente 24 horas de oxigênio, e portanto, este é o prazo que a polícia tem para descobrir onde ela está enterrada. Isso seria drama o suficiente para te deixar sem fôlego, mas como todo psicopata americano, ele também quer fazer um joguinho com a polícia, mais precisamente com uma detetive, interpretada pela bela Maura Tierney.
2. The Jacket (Camisa de Força) – 2005
Adrien intrepreta Jack Starks, um veterano de guerra que aparentemente sofre de amnésia. Como todo filme que passa em um hospital psiquiátrico, vive-se todo o drama do doente, e ainda conta-se com as diversas entradas em uma gaveta de cadáveres, quando os internos eram submetidos a drogas experimentais, por parte do médico responsável. E como a mente humana é fantástica, em cada ida à gaveta, Jack ia para uma realidade diferente, onde conheceu Jackie Price (Keira Knightley) e descobriu coisas a respeito do seu futuro. Será que sabendo do futuro, Jack conseguirá mudar seu presente e evitar sua morte?
3. The Brothers Bloom (Vigaristas) – 2008
Sem ninguém para cuidá-los, Bloom (Brody) e Stephen (Mark Ruffalo) desde cedo tiveram que ser mais que irmãos, atuando como grandes enganadores. Começaram com golpes pequenos, mas Bloom sempre queria sair fora. Então, quando conheceram a milionária Penelope (Rachel Weisz) decidiram dar o seu último golpe. Durante todo o filme você fica com dó do Bloom e com raiva de seu irmão sempre arrastá-lo para este trabalho ilegal, porém o que você observa é que há amor fraternal verdadeiro entre eles. O filme varia entre comédia e drama, impossível de não gostar! E para quem gosta de um elemento nipônico enriquecendo a trama, não perca Rinko Kikuchi, interpretando a Bang Bang!
P.S. Apesar do fabuloso papel do ator em A Vila, convenhamos que como todo filme de M.Night Shyamalan (exceto O Sexto Sentido) este é mais um fracasso. Mas, se fosse vocês, perderia meu tempo vendo este filme apenas pela atuação de Brody.

3 ótimos filmes com…

Dermot Mulroney

Sessão anos 90! Este rapaz simpático, cara de loser e charmoso ao mesmo tempo é um dos que vivem na vida de coadjuvante. Você verá a lista de filmes e pensará: aaah, ele era aquele carinha, amigo da fulana. Sim, ele é sempre o que é pouco lembrado, ora melancólico, ora alvo de conquista, mas o importante é que ele sempre está lá. Dermot tem 46 anos e já contracenou com muita gente boa, por isso é possível fazer uma bela lista de ótimos filmes com o rapaz.

1. The thing called love (Um sonho, dois amores) – 1993


Ao lado de gente talentosa como Samanta Mathis, o inesquecível River Phoenix, e Sandra Bullock, Dermot interpreta Kyle Davidson, o romântico rapaz que se muda para Nashville, a cidade da música, tentar a vida como cantor. Ele, como era de se esperar, faz o papel de coadjuvante. Loser, sem muitas esperanças de fazer sucesso, sua vida muda de cor ao encontrar a jovem Miranda Presley (Mathis). O que tem de imperdível neste filme: todos os atores citados cantam. Dermot brilha acompanhado de um violão, enquanto Samantha e River arrasam em dupla. Estrelinha para Bullock, que mais uma vez, banca a ridícula (para ver esta cena, clique aqui). Filme imperdível.

2. Copycat (Copycat, A vida imita a morte) – 1995

Filme estrelado pela musa sci-fi, Sigourney Weaver, conta a história de uma psiquiatra especialista em serial killer. Crimes semelhantes aos do passado começam a acontecer na cidade, enquanto a dra. Helen Hudson (Weaver) luta para superar o trauma de ter sido atacada por um serial killer. O policial bonitão Reuben Goetz (Mulroney) a protege dos perigos e ajuda sua parceira Monahan (Holly Hunter). Parece que eu copiei a descrição de algum lugar, não? Então, para quem curte um suspense, daqueles que só os anos 90 fizeram, este é um dos essenciais. Mulroney tem um papel de apoio na trama, e para saber como tudo termina, assistam, e seus olhinhos curiosos serão saciados!

3. My best friend’s wedding (O casamento do meu melhor amigo) – 1997


Não, ele não era o melhor amigo gay da Julianne Potter (Julia Roberts). Neste filme ele interpretou o bonitão, Michael O’Neal. Mulroney é o melhor amigo e grande amor da vida de sua amiga Potter. O filme é uma comédia romântica, com todas as reviravoltas possíveis. Conta com a presença de Cameron Diaz, como a noiva irritante de Michael. Não há muito o que falar, pois creio que não são as grandes interpretações de Mulroney em si que fazem deste um ótimo filme, mas sim a história, o grupo de atores e como termina a trama.